quinta-feira, 5 de setembro de 2013


Entrevista com Marcos Taranta.

 


Nome: Marcos Luiz Cassarini Taranta
   Idade: 24
   Cidade/Estado/País:São Paulo/SP/Brasil
   Profissão: Programador
   Segue que tipo de dieta vegetariana: Vegano
   Desde quando: 5/11/2012

1- Marcos, como que você começou a seguir a filosofia vegetariana? Quando sua consciência acordou para essa questão?

R: Desde meus 15 anos eu me preocupo com a causa, no começo era por causa da sustentabilidade do planeta terra e da fome que outras pessoas sofrem, só que só aos 23 anos tomei consciência do sofrimento animal e me sensibilizei, então adotei o veganismo como dieta.

2- Sua família é vegetariana? Se não, eles aceitaram bem a sua escolha ou tiveram alguma resistência?

R: Ninguém é, eles aceitam numa boa, tiveram um pouco de resistência no começo, mas bem pouca.

3- E seus amigos onívoros? Eles questionaram a sua mudança de hábito alimentar? 

R: Alguns já questionaram, mais colegas, amigos mesmo aceitam muito bem.

4- Para você é importante ter um relacionamento amoroso com alguém que também seja vegetariana ou não se importaria em namorar com alguém que come carne? Por que?

R: É indiferente pra mim, não ligo pra dieta alimentar que outras pessoas seguem, levo o veganismo como minha maneira de fazer algo por uma boa causa, se seguem ou não, não me importo, e prezo por valores que pra mim são mais importantes num relacionamento, como a ética e moral da pessoa e sua forma de pensar sobre a vida.

5- Quando você virou vegetariano, em quais lugares procurou informações sobre alimentação?!

R: Procurei em diversos lugares, não me lembro ao certo onde foi, mas assisti as palestras do Gary Yourofsky, o filme Earthlings, ou seja, o básico de todos os vegs.

6-  Você participa de grupos de ativismo ou manifestações na sua cidade?

R: Não.

7- Na sua cidade existem muitos estabelecimentos vegetarianos ou os supermercados tem variadas opções para quem é?

R: Razoavelmente, eu sempre quero que tivesse mais, mas não me atrapalha em conseguir comer.

8- Você tem animais em sua casa? Se sim, quantos são e de quais espécies eles fazem parte?

R: Não.

9- O que você costuma fazer para contribuir com a preservação da natureza?

R: Eu não faço nada de forma direta, mas tento fazer o máximo de forma indireta, conservar energia, água, coleta seletiva de lixo, consumir com responsabilidade qualquer bem ou produto, etc.

10- Muitas são as pessoas que gostam de animais, mas pela cultura egoísta e já enraizada pela sociedade dizem não conseguir parar de comer carne, pois é muito difícil e o sabor é muito bom, o que você falaria para elas?

R: O sabor é realmente muito bom, normalmente não tento converter ninguém a nada, só entro nesse assunto quando ouço alguém falando algo errado sobre nutrição, normalmente porquê viram/ouviram por ai, mas o que eu falaria é só pra ela ter consciência que todos nós causamos sofrimentos de forma indireta a animais, e quem consome eles, de forma direta, e temos que ter ciência disso.

Deixe uma frase sobre o vegetarianismo ou sobre os animais diretamente que te inspira a continuar nessa tão nobre causa.


R: Eu juro tentar ao máximo causar o mínimo de sofrimento a qualquer ser vivo, pois gostaria que todos pudessem aproveitar a vida e todo o amor que ela pode oferecer.



1

1 comentários:

Ana Cristina Thomé disse...

Boa noite! Sou da Agenda dos Blogs e vim conhecer o seu cantinho. Adorei. Já estou te seguindo. Se você quiser conhecer o meu será muito bem vinda! Bjs
Cantinho by Giuly's
www.excessodegostosura1.blogspot.com.br e https://www.facebook.com/CantinhoByGiulysArtesanatos?fref=ts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...